Trabalhadora do SUAS desaparecida









O Fórum Estadual de Trabalhadoras e trabalhadores do SUAS-SP se solidariza ao coletivo de servidores e as/os trabalhadoras/es do SUAS da capital neste momento de sofrimento pelo desaparecimento da Trabalhadora Márcia Martins, coordenadora do CREAS Butantã. 

Conclamamos as entidades APEMESP - Associação de Profissionais e Estudantes de Musicoterapia do Estado de São Paulo; ATDSESP - Associação dos Trabalhadores da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social de SP; CRESS - SP - Conselho Regional de Serviço Social / SP;    CRP - SP - Conselho Regional de Psicologia / SP;  SINPSI - Sindicato dos Psicólogos do Estado de São Paulo; SINSESP - Sindicato dos Sociólogos do Estado de São Paulo; FMT São José do Rio Preto; FORT Baixada Santista e demais entidades do SUAS para ajudarem na divulgação da imagem da trabalhadora, somando forças para o trabalho de busca.


Exigimos providências e respeito à nossa história e as/os trabalhadoras/es desta Secretária!!!!


Nós, trabalhadoras e trabalhadores do Sistema Único de Assistência Social/SUAS na cidade de São Paulo, vimos por meio  desta nota manifestar nosso repúdio à indiferença e ao descaso pela forma na qual a Gestão de SMADS – Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, vem tratando o caso do desaparecimento da Servidora Pública  e  trabalhadora desta Secretaria Márcia Martins Miranda, desaparecida desde 02 de outubro em meio ao expediente de trabalho. 


A situação de desaparecimento de uma pessoa ocasiona muito sofrimento aos seus familiares, que também são vítimas, bem como, um ambiente de incertezas e fragilidades nos demais trabalhadores envolvidos, uma vez que, Segundo o CICV- COMITÊ INTERNACIONAL DA CRUZ VERMELHA, a situação de desaparecimento causa uma série de consequências físicas, emocionais e psicossociais, muitas vezes agravadas por dificuldades e inseguranças jurídicas e econômicas.

Frente à toda essa situação dramática, que nos tem causado profunda tristeza e incerteza, nós, trabalhadores do SUAS nos indignamos com a ausência de manifestação e solidariedade por parte da SMADS frente ao desaparecimento da nossa querida companheira Márcia Miranda, coordenadora do CREAS Butantã. 
Temos conhecimento e estamos acompanhando as investigações que por medida de proteção seguem em sigilo, pois visa evitar prejuízo aos procedimentos. Todavia, o nosso clamor é por reconhecimento de que Márcia, como trabalhadora desta Secretaria, como funcionária Pública e como parte de um sistema de proteção social, cujo objetivo primordial da Política de Assistência em seu arcabouço legal é garantir direito, não pode ser  “ desaparecida”  também institucionalmente, e merece o mesmo atendimento digno que ofertou nas frentes de trabalho em que atuou e que certamente muitas vidas protegeu e cuidou com muito zelo a frente de seu trabalho nesta Secretaria.  

Exigimos respeito, consideração e solidariedade por parte da Gestão, pois não estamos falando de um material de consumo ou um bem patrimonial, estamos falando de uma de nós, de uma mulher, mãe, assistente social que deu muito de sua vida ao longo deste anos ao Serviço publico. Não admitimos desta Secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social esse silêncio sepulcral que nos viola e desrespeita a história de nossa companheira. E não entendemos as desculpas até então repassadas de formas não oficiais aos trabalhadores, se utilizando do fato “sigilo” como forma de se isentar de suas responsabilidades. Isto mais se assemelha com negligência e descaso estando bem longe de qualquer medida de cuidado e solidariedade aos familiares, trabalhadores envolvidos na situação. Atuamos com a barbárie humana, com as instâncias do Sistema de Garantia de Direitos e sabemos os trâmites processuais, por isso, não aceitamos esta forma de condução desrespeitosa com a família, com a trabalhadora e com seus colegas de CREAS.

Nos  solidarizamos com as companheiras trabalhadoras do CRAS e CREAS Butantã, bem como com a família de nossa querida Márcia pois, as únicas ofertas de solidariedade encampadas vieram de amigas/os e demais trabalhadoras/es, em que pese após 10 dias a SMADS ter começado  a mandar por e-mail o cartaz da foto para divulgação, até o momento não foi ofertado nenhum cuidado formal visando minimizar os efeitos que toda esta situação tem desencadeado. 



 Exigimos providências e respeito à nossa história e as/os trabalhadoras/es desta Secretária!!!!

Reunião Ordinária e Oficina - Dia 6 de outubro


Olá pessoas, trabalhadoras e trabalhadoras da Assistência Social e publico em geral
Segue nossa programação do dia 6 de outubro de 2018.
ATENÇÃO - Houve alteração no local, para descentralizar e melhor aproveitamento do tempo. LOCAL: Rua Antônio de Godoy, 88 - 5º Andar - SINSPREV

1 dia antes das eleições do Brasil.
#FETVOTAEMCANDIDATOQUENÃOVIOLADIREITOS

No período da manhã teremos a nossa reunião ordinária, das 9h ás 12h. Segue a pauta: 

1 - Avaliação da parceria com o NEPSAS / Evento com os candidatos na PUC
2 - Monitoramento e execução dos GTS do planejamento 2018
3 - Avaliação e repasse pa plenária FNT SUAS em Belém
4 - CNAS - Cortes para 2019 - Pauta Benão
5 - CONSEAS / NUEPs
6 - Conferências
7 - Recambio / discussão CONDECA


Vale lembrar que nossas reuniões são abertas, venha participar conosco !!!


 No período da tarde estaremos realizando uma oficina, com a Prof Eblin, a partir das 13h30.


FNT - SUAS / VI SEMINÁRIO DO FÓRUM NACIONAL DE ASSISTÊNCIA SOCIAL


Trabalhadoras/es é tempo de resistência e “Mostra SUAS Resiste” 
14 e 15/09/2018 realizado na Faculdade Mauricio de Nassau em Belém do Pará.


O Seminário proporcionou as/os trabalhadoras/es, usuárias/os do SUAS espaço de Formação, debate, troca de experiências e qualificação da discussão da política de Assistência Social no País. Marcaram presença usuárias/os do SUAS local dos serviços de convivência e fortalecimento de vínculos e do Fórum Estadual de Usuárias/os do Pará, fazendo vibrar nos corações dos participantes do evento a certeza de que o SUAS é uma utopia possível.
A Mostra Cultural “SUAS RESISTE” colocou no foco do debate o enfrentamento ao desmonte do SUAS por meio de relato de experiências e ações de resistência e avanços que derrubam as barreiras, impostas por governos elitistas, fazendo emergir em meio ao caos político possibilidades concretas de luta e resistência, em municípios de todos os portes, de “CRIAR” e dá visibilidade ao SUAS e a sua essencialidade, contra a visão, que preconiza o “estado micro”. Os trabalhos da Mostra cumpriram seu papel, irradiando animo, frente a obstáculos concretos enfrentados com criatividade e ousadia. A dinâmica das mesas e da mostra favoreceu um nível de troca poucas vezes alcançado, dando voz e vez aos que estão na ponta do atendimento, sofrendo na pele as agruras do neoliberalismo radical em curso VI Plenária FNTSUAS 16/09/2018 teve como um de seus objetivos a atualização do plano de lutas do FNTSUAS levando em conta a conjuntura política e econômica do país, em suas diversas manifestações.


O Fetsuas-sp foi representado no evento por seis pessoas (Allan Carvalho, Fernanda Magano, Flávia Reis, Everaldo Becker, João Buonovita e Joaquim Ribeiro), incluindo coordenação, trabalhadoras/es e entidades, uma grande presença, que fez a diferença. São Paulo apresentou dois trabalhos na Mostra “SUAS RESISTE”: “Uma experiência de resistência na cidade de São Paulo”, apresentado pelo coletivo de servidores em defesa do SUAS da região metropolitana com apoio do Sindsep, e “Um povo, vozes e luta por seguranças socioassistenciais” apresentado pelo município de Votuporanga que compõe o Fórum Regional dos Trabalhadores do SUAS – Região de Fernandópolis.
O Fetsuas-sp agradece as entidades que contribuíram para essa significativa representação das/dos trabalhadoras/es no VI Seminário FNTSUAS (CRP, CRESS, SinPsi, Fortsuas da região de Fernandópolis e Sindsep), reiterando o compromisso e a necessidade de continuar ocupando e contribuindo no fortalecimento e construção do FNTSUAS.

Conversando com candidatos ao Governo Federal


O Programa de Estudos Pós-Graduados em Serviço Social da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo-PUCSP e o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Seguridade e Assistência Social – NEPSAS, analisou as propostas sobre a Política de Assistência Social e para o  Sistema Único de Assistência Social - SUAS presentes nos programas das  candidaturas à Presidência da República. E, em parceria com o Fórum Estadual de Trabalhadores do SUAS – FETSUAS SP, promoverão um encontro no dia 10 de setembro a partir das 16 h, na sala 333, 3º andar, PUCSP, onde serão apresentadas e debatidas as conclusões obtidas a partir da  análise acima referida. Pretende-se nessa oportunidade aprofundar os temas da assistência social . 

Nesse sentido convidamos representante de sua candidatura para contribuir com esse debate.
Estarão presentes, além de estudantes e professores, representações dos  trabalhadores  da Assistência Social.  

Programação 

1-Mesa de Abertura
2- Breve apresentação dos representantes das candidaturas e suas Propostas
3-O SUAS Que Queremos: Frente Nacional e Fórum Estadual dos trabalhadores
4-Assistência Social nas Propostas de Candidaturas
5-Pronunciamento dos representantes de partidos
6-Pronunciamento de representantes de coletivos
7-Debate do plenário 



👇🏾Confira os Planos de Governo 2018

Lula & Haddad:
https://t.co/sGJ74f9Zet

Ciro Gomes
https://t.co/rEE6bderRF

Cabo Daciolo
https://t.co/NGmJYRVzhU

Bolsonaro
https://t.co/Lgj1Oc6ds5

Boulos
https://t.co/Smc40CduWK

Alckmin
https://t.co/G1vgEtXFGi

João Amoêdo:
https://t.co/w0WtyUQupV

Marina Silva:
https://t.co/8ycr39S9ov

Reunião ordinária FET SUAS - 01 de Setembro de 2018

Em foco mesa de negociação Estadual, Carta aos candidatos a governador do Estado, Evento com os candidatos a presidente entre outras demandas da Assistência Social.




Presentes na reunião:


Fóruns - São José do Rio Preto, Fort Baixada Santista, Fórum Fernandópolis, Fórum de Guarulhos.

Entidades: Atdsesp, Apemesp, Sinpsi, Sind dos Sociólogos, Confederação Nacional Trabalhadores da Seguridade Social (CNTSS).


Oficina de Comunicação FET SUAS SP

Um Plano de Comunicação pauta todos os esforços de comunicação e investimentos durante um projeto ou uma ação. está sempre em processo de mudança mediante ao que se quer alcançar. Para um plano de comunicação adequado para realidade do que será divulgado é preciso alinhamento com a organização, conhecer a realidade do dia dia do público a ser atingido, avaliação constante, divulgação das ações que se faz.
Uma das principais funções do Plano de Comunicação é definir:
  • Melhores forma de transmitir uma mensagem
  • Definir canais e público
  • Definir periodicidade de contato com determinado público
  • Criar um posicionamento
  • Ter uma melhor noção da amplitude de divulgação
  • Definir melhor estratégias de investimento em comunicação
A definição de objetivos, estratégias e metas e de extrema importância, pois é uma ferramenta que irá dialogar internamente e externamente com as pessoas. Pode-se pensar em uma periodicidade de publicações, para que os prazos não seja problema para o cronograma. Para a atuação do FET SUAS - SP podemos pensar em como desenvolver um canal de comunicação com a comunidade externa, as lideranças que contribuem com as articulações, bem como as instâncias institucionais. É preciso que seja objetivo e pontual a mensagem a ser passada, para que sensibilize, incentive e motive a leitura.






Agenda FET do 2º Semestre 2018

17/08 – 13h as 19h – Encontro com  Aldaíza Sposati
O que queremos do SUAS ?
Local: SINPSI

18/08 
(9H) REUNIÃO ORDINÁRIA
(14H) FORMAÇÃO Comunicação
LOCAL: SINPSI

01/09 
(9H) REUNIÃO ORDINÁRIA
(14H) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA (carta e regimento)
LOCAL: SINPSI

06/10 
(9H) REUNIÃO ORDINÁRIA
(14H) FORMAÇÃO Resistência no SUAS
LOCAL: SINDPREV

20/10 

(Inicio 9H, com término ás 17H)
REUNIÃO Extraordinária: Revisitando o planejamento
LOCAL: SINSPI

09/11
(18H) REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA: (carta de princípios e regimento interno)
LOCAL: SINPSI

10/11
(9H) 20 Encontro Estadual dos Trabalhadores/as do FET Suas SP
LOCAL: APMESP

01/12 
(9H) REUNIÃO ORDINÁRIA
(14H) Confraternização
LOCAL: CASA DA AURORA - Bertioga


O FET esta com OFICINAS

Nosso calendário de formações.... 
Depois de muitas reuniões, conversas e apanhados gerais de diversas falas, resolvemos fazer um calendário de oficinas. 
Como o ano esta encerrando, conseguiremos realizar somente 3 em 2018;



Para 2019 contamos com a sua colaboração, opinião e construção para realização de outras.